Você pode melhorar sua pele com laser de CO2 fracionado.

Laser de CO2 fracionado

O laser de CO2 já existe há mais de 20 anos. Antigamente, ele era contínuo, ou seja, queimava a pele em toda a sua extensão, sem deixar pele íntegra. Esse método era bastante eficaz, mas submetia o paciente a um longo período de recuperação e afastamento de suas atividades.

Com o advento do laser de CO2 fracionado, a energia passou a ser aplicada em colunas espaçadas e muito finas, como em um chuveiro, permitindo que a pele íntegra entre as colunas acelerasse a recuperação, mantendo o resultado. Isso se dá devido ao fato de que a epitelização após a aplicação do laser ocorre no sentido da pele íntegra para a área queimada. Como antigamente toda pele era queimada, somente existia pele íntegra na periferia da face e podia levar até dois a três meses para a recuperação completa. Atualmente, com o laser fracionado, há pele íntegra em toda extensão da face, e a epitelização ocorre em direção aos minúsculos pontos de aplicação do laser. Dessa forma, o advento do laser de CO2 fracionado tornou a aplicação muito mais segura, o dano à pele passou a ser mínimo e o tempo de recuperação foi drasticamente reduzido para poucos dias.

Há cinco anos, o laser fracionado ganhou uma nova tecnologia: raios pulsados. Os raios passaram a entrar na pele na forma de micro pulsos, como se fossem pregos sendo martelados, e não de uma só vez. A cada pulso, os raios entram um pouco mais na pele. Dessa forma, a profundidade de penetração dos raios passou a ser controlada, resultando em maior segurança e precisão na aplicação.

Modo de ação na pele

É um tratamento ablativo, ou seja, o laser de CO2 vaporiza a pele da seguinte forma: ele possui grande afinidade pele água presente na derme, e quando a sua energia atinge o alvo, essa luz se transforma em calor intenso e provoca uma destruição das camadas da pele por desidratação.

Após essa rápida vaporização, a energia do pulso espalha o calor na derme profunda, rica em água, gerando uma retração imediata, estimulando a remodelação do colágeno e a produção de um novo colágeno (neocolagênese). A parte lesionada da pele pelo calor é eliminada, através de descamação, sobrevindo um novo tecido, regenerado.

Candidatos ao tratamento

Cor da pele

o tratamento com laser de CO2 fracionado pode ser realizado em todos os fototipos e etnias. Os parâmetros são cuidadosamente selecionados individualmente, considerando área a ser tratada, indicação e fototipo do paciente.

Indicações

Contraindicações

Cuidados pré-laser

Durante a consulta médica, Dr. Zamarian irá avaliar sua pele e sua possível indicação para o laser de CO2 fracionado. Dependendo do seu tom de pele, ele poderá orientar um creme despigmentante cerca de 30 a 40 dias antes da aplicação.

Será também indicado o uso de aciclovir (antiviral) para pacientes com histórico de infecção por herpesvírus, iniciando dois a sete dias antes da aplicação.

O candidato ao laser de CO2 fracionado deve evitar sol e piscina antes e depois do tratamento. Ele também deve usar filtro solar, mesmo em ambientes fechados, devido à exposição aos raios UV de lâmpadas fluorescentes.

O dia do laser

Para o perfeito andamento de sua aplicação no dia do laser, recomendamos:

A aplicação

Antes de iniciar, todo anestésico é removido com soro fisiológico, e os olhos são protegidos.

O tratamento com laser de CO2 fracionado é realizado com um aparelho que associa a radiofrequência para melhores resultados, na clínica do Dr. Walter Zamarian Jr. em Londrina. Um outro aparelho, resfriador, emite um forte ar gelado na pele para diminuir a sensação de calor da aplicação do laser.

O procedimento demora de 20 a 30 minutos por região do corpo, considerando face, pescoço, e colo regiões distintas. Nossa técnica altamente experiente e especializada, Adriana, realiza as aplicações em um dia específico para isso.

Pode-se conversar durante o procedimento, exceto quando a aplicação é ao redor dos lábios. Pedimos para o paciente permanecer com a cabeça imóvel - para não haver falhas na aplicação -, e relatar qualquer desconforto que possa sentir.

Dor

Cada paciente tem seu limiar de dor, mas as medidas tomadas para seu alívio, como resfriador e creme anestésico, costumam ser bastante eficazes e tornam o procedimento bem tolerado. O desconforto esperado varia de leve a moderado.

O paciente sentirá o efeito térmico - calor, ardência - durante a aplicação, e mais intensamente logo após a sessão. Em seguida, a dor diminui muito e resulta apenas em uma leve sensibilidade.

Aspecto da pele

A pele tratada costuma ficar rósea ou vermelha, e inchada. O edema é mais acentuado na região das pálpebras. Ocorrerá a formação de uma finíssima crosta sobre a pele, podendo ser visível como uma delicada rede quadriculada.

Retorno às atividades

No dia do laser, após a aplicação, recomendamos repouso e cuidados com a área tratada, como gelo e cremes. Não há necessidade de afastar-se de suas atividades, desde que essas não sejam expostas ao sol por longo período.

No dia seguinte, pode-se retornar ao trabalho e atividades diárias, evitando o sol. Pode-se sair de casa com filtro solar e chapéu.

O inchaço e a vermelhidão intensos podem despertar a curiosidade de algumas pessoas. Caso isso lhe incomode, planeje ficar de dois a cinco dias sem contato com o público.

Cuidados após o laser

Durante as primeiras 24 horas após o tratamento, você terá a sensação de que sua pele foi queimada pelo sol. Bolsas de gelo são usadas de cinco a dez minutos por hora durante as primeiras cinco a seis horas após o tratamento. Sua pele sofrerá uma descamação por dois a sete dias e ficará rosada por três a seis semanas. Esta cicatrização depende do quão profundo foi seu tratamento. Após uma semana, você poderá usar maquiagem para cobrir o rosado. Dê preferência ao protetor solar facial com cor.

A cicatrização ocorre de maneira diferente em diferentes áreas do corpo: a face tem uma cicatrização mais rápida que pescoço, colo, glúteo, e demais regiões. A descamação completa pode demorar de dez a quinze dias.

Tudo que emitir calor próximo à região tratada poderá causar incômodo, como: banhos quentes, vapor de panela, secador de cabelo, mormaço. Você poderá fazer compressas com água gelada ou chá camomila gelado, para alívio da dor, quantas vezes desejar.

Limpeza da pele

No dia da aplicação, recomenda-se não lavar a região. Após doze horas, pode ser feita limpeza suave sem esfregar. Deve-se evitar água quente sobre a pele tratada até que a cicatrização esteja completa.

O paciente pode usar medicação via oral ou aplicar pomadas enzimáticas e cremes emolientes após a limpeza, de acordo com orientação médica.

Maquiagem e cremes de uso rotineiro devem ser evitados. Use apenas os produtos recomendados para seu pós-laser.

Os cuidados com a limpeza da pele devem ser seguidos por quatro a sete dias, até total cicatrização. Nos dias seguintes, os cuidados se resumem a filtro solar e uso de creme à base de vitamina C, para se obter uma uniformidade e compactação do novo tecido.

O que esperar dos resultados?

Você verá alguns resultados imediatos, logo na primeira sessão. A pele pode demorar de três a dez dias para cicatrizar. Em seguida, existirá um período de quatro a seis semanas, quando sua pele poderá ficar ligeiramente rosada, mais lisa e parecerá menos manchada.

À medida que a cor retornar ao normal, o efeito esperado é de diminuição dos poros, melhora das rugas finas da face, melhora de manchas e mais brilho na pele.

Neocolagênese

Nos casos onde é esperada a remodelação do colágeno - como em rugas profundas, flacidez da pele, estrias, e cicatrizes -, os efeitos finais ocorrem cerca de seis meses após o tratamento. Isso se deve também ao fato da neocolagênese ser um processo lento, envolvendo ativação dos fibroblastos, que produzem novas fibras de colágeno.

Estrias brancas

O tratamento para estrias permite uma dermoabrasão com profundidade, atualmente é o que oferece melhor resultado. Porém, quanto antes iniciar o tratamento das estrias, melhores poderão ser os resultados. Estrias brancas são sempre difíceis, podendo ser necessário um número maior de sessões, de quatro a sete, com intervalos de 30 a 60 dias. Ainda assim, não é possível obter resultados 100%. Observa-se uma melhora de 20% a 40%.

Manchas

Uma vez que o laser de CO2 remove células superficiais que contêm excesso de melanina (pigmento), o fracionamento faz com que partes da pele fiquem íntegras e outras sejam eliminadas pela descamação. Dessa forma, recomendam-se três a quatro sessões com intervalo de 30 a 40 dias, proporcionando aos poucos uma completa descamação.

Manchas como melasma precisam de cuidados constantes. Como o melasma é facilmente estimulado, é necessário uso constante de despigmentantes e protetor solar. Mesmo em casos que em que o paciente é cuidadoso, o verão é sempre um vilão para o melasma. Assim, o resultado esperado é de uma melhora, mas pode voltar.

Enfim

É possível notar que a pele fica com mais viço, menos sinais e melhor textura. Porém, depressão ou transtornos emocionais, mesmo se o procedimento for bem-sucedido, podem gerar insatisfação.

Como cada paciente é um indivíduo único, você pode não responder exatamente da mesma maneira que outros pacientes. Por esse motivo, o laser deve ser visto como uma possível ajuda para melhorar, mas nunca como a única solução salvadora. Uma completa avaliação do seu caso é muito importante, antes de realizar o procedimento.

Complicações são raras

Complicações após a aplicação de laser de CO2 fracionado com radiofrequência são muito raras. Entretanto, existe uma lista de algumas possíveis complicações do tratamento:

Perguntas frequentes

Com que intervalo posso fazer as sessões? De quantas precisarei?

O intervalo entre cada sessão pode ser de quatro a seis semanas, a depender da área a ser tratada. Para rejuvenescimento, o número de sessões depende da extensão do dano solar e da profundidade das rugas. Recomendamos, em média:

Em que estação do ano pode ser feito tratamento com laser?

Pode ser realizado em qualquer estação, não havendo necessidade de evitar o período do verão. Para isso, é necessário seguir as orientações de evitar o sol - por até 30 dias após a última sessão - e usar filtro solar e cremes recomendados.

Quanto tempo duram os efeitos de um tratamento?

Depende do quão bem você protege sua pele do sol e de outros fatores que causam envelhecimento, tais como: sua saúde geral, tabagismo, alterações de peso, entre outros. Para prolongar o resultado por vários anos, é indicado o uso de filtro solar e uma a duas sessões de laser de CO2 fracionado por ano, para manutenção.

Aplicações sobre as pálpebras são seguras?

Sim, pois são usados protetores oculares. Mesmo assim, é recomendado permanecer de olhos fechados durante o procedimento. Pode ser aplicado nas pálpebras superiores e inferiores, porém pode haver um inchaço importante após a aplicação.

Você deseja melhorar o aspecto da pele de sua face?

Para saber mais sobre o laser de CO2 fracionado com radiofrequência e outras modalidades de cirurgia plástica que o Dr. Walter Zamarian Jr. realiza em Londrina - PR, por gentileza, entre em contato com a Clínica Zamarian e agende uma consulta.

Agende sua consulta para laser de CO2 fracionado com radiofrequência em Londrina com Dr. Walter Zamarian Jr.

(43) 3356-0506

Cirurgião Plástico em Londrina - PR

info@zamarian.com.br

Rua João Wyclif, 111, Sala 1702
Londrina - PR
CEP 86050-450
Brasil

📞 (43) 3356-0506

🕑 segunda a sábado 8:00 - 12:00 h
segunda a sexta 14:00 - 18:00 h

5/5 estrelas baseado em 5 comentários